Brasileira, paulista e palmeirense de coração. Ama ler, ama cães, fotos, filmes, quadrinhos, desenhar e mesmo sendo péssima, ama escrever. Tem 18 anos nas costas e muitos sonhos na cabeça, sonha em ser bióloga, sair mundo a fora com uma mochila nas costas e uma câmera na mão. Ama a mãe mais do que tudo no mundo mas também tem um espaço para os irmãos, amigos, familia e principalmente seu cachorro. Fã assumida de futebol, briguenta, birrenta, teimosa e ciumenta. Ama tatuagens, alargadores, dormir até tarde e ler poesia, aliás, ama ler de tudo. Mas acima de tudo, uma garota qualquer.

 

theanimalblog:

This is Trezo Je, one of four leucistic alligators at Gatorland in Orlando, Florida. There are only 15 known leucistic alligators in the world, according to Tim Williams, the park’s media relations officer. Leucistic alligators are known for their white skin and blue eyes.
Picture: Gainesville Sun /Landov / Barcroft Media
Mentira, esse é Filipe da Macêdonia

theanimalblog:

This is Trezo Je, one of four leucistic alligators at Gatorland in Orlando, Florida. There are only 15 known leucistic alligators in the world, according to Tim Williams, the park’s media relations officer. Leucistic alligators are known for their white skin and blue eyes.

Picture: Gainesville Sun /Landov / Barcroft Media


Mentira, esse é Filipe da Macêdonia

"Tanta coisa cabe dentro da palavra amor. Eu poderia pensar em lembranças, confidências ou até mesmo abraços apertados mas sem dúvida o que melhor define amor é o seu sorriso."

'The love you take is the love you make'

amor.

amor é poder ver a minha felicidade no seu sorriso, no seu olhar. ♥

É engraçado como a vida pode ser bipolar, como ela tira e te dá. Acho que acima de paciência e perseverança devemos ter fé. Fé na vida, fé em nós, fé em algo. Não sou nem um pouco religiosa mas fui criada ouvindo sempre uma frase “aqui se faz, aqui se paga”. Pra mim, importante é não desistir, o importante é aprender, refletir e de tudo tirar algo para si mesmo, para o seu próprio caráter. Felicidade? Aprendi que essa aí tem rumo próprio, ela encontra com o seu quando for a hora certa e vai por mim, você vai agradecer por ela ter levado o tempo que levou.

7 meses.

Sete meses, sete meses de uma vida inteira pela frente… Eu fico tentando calcular e decidir o que é maior, a saudade ou o arrependimento. Na maioria das vezes esse “e se” fica me matando, quando não é ele, e o pensamento de que não vou ouvir sua voz, não vou poder te ver, conversar, ou qualquer outra coisa que muita gente tem a sorte de poder fazer. Sabe, eu nunca quis casar na igreja, mas sonho com você me levando ao altar… Ouvir Queen me faz chorar, assistir Star Wars também, nunca fui assistir a um jogo em estádio… você me prometeu que me levaria no meu primeiro. Você não viu meu primeiro namorado, meus 15 anos, meu primeiro cigarro, meu primeiro porre, meu primeiro emprego, minha formatura,  vestibular, não vai me ver na faculdade, meu carro, minha casa, meu casamento, meus filhos, minha vida. Isso tá errado, é injusto e me consome. Queria que você me visse, queria conversar com você, jogar conversa fora, fofocar, confessar, reclamar da minha mãe… você sempre esteve aqui para isso. É muito ruim, não ter mais raiva que eu tinha para me apoiar, não ter mais aquele orgulho e em troca ter arrependimento, ter saudade, ter certeza, ter esse  ”queria”…

e como eu queria poder voltar atrás.

because black stripes is to mainstream.

(não sei se essa porra está certa maaas é até aonde o meu inglês chega)

because black stripes is to mainstream.

(não sei se essa porra está certa maaas é até aonde o meu inglês chega)